6 coisas que você não deve fazer no Japão

Tempo de leitura: 3 minutos

Morar em outro país é uma experiência fantástica, mas nem sempre os costumes do nosso país de origem são iguais aos costumes do lugar em que vivemos. Com esse choque de realidades, existem certas coisas que não devemos fazer. Se você optou por morar no Japão, precisa atentar-se a diversos pequenos atos que são corriqueiros para nós, mas que, para os cidadãos japoneses, são tremendas gafes. Confira, a seguir, 6 coisas que você não deve fazer no Japão.

Entrar calçado em alguns locais

O povo japonês é extremamente rígido em relação às normas de higiene, eles acreditam — e têm razão — que os sapatos são foco de inúmeras impurezas. Por isso, ao ir visitar um amigo, visitar alguém em um hospital ou ir a algum santuário, descalce seus sapatos. Além de falta de higiene, adentrar ambientes calçado é visto como falta de educação.

Visitar um amigo sem levar presente

Quando somos convidados para a casa de algum amigo, é de praxe levar um presente. Seja um doce, uma bebida ou alguma coisa barata — não há necessidade de comprar objetos caros. Essa prática é uma forma de agradecer o convite. Lembre também que o número 4 indica “má sorte”, por isso evite presentes nessa quantidade.

Ceder seu assento em transporte público

Uma das coisas que você não deve fazer no Japão que parece estranho para nós é ceder seu assento em transporte público. Tal atitude pode ser uma grande falta de educação, isso acontece porque os idosos e pessoas com dificuldade de locomoção — incluindo as grávidas — tem seus assentos obrigatórios e reservados em um local especial no transporte público e não há necessidade de usar os outros assentos.

Esperar a conta e/ou a máquina de cartão na mesa

Para os japoneses, a mesa foi feita para comer e não para colocar o dinheiro, que é muito sujo. Por isso, não espere que o garçom vá até você receber ou levar a máquina de cartão até sua mesa. Após sua refeição você receberá um papel com o valor, se levantará e pagará diretamente no caixa. Simples e higiênico assim.

Falar ao celular nos transportes públicos

Se você tem costume de passar o tempo falando no celular dento dos transportes públicos, pode perder esse hábito ao chegar no Japão. Falar ao celular nos transportes públicos é uma das coisas que você não deve fazer no Japão de forma alguma. As pessoas que usam esses meios de transportes estão sempre em silêncio, seja cochilando, jogando em seus celulares (no silencioso), ou lendo livros. Por isso, não perturbe esse ambiente calmo.

Algo que se deve fazer é desligar os celulares ao se sentarem próximos às cadeiras do idosos. Eles podem interferir em algum aparelho usado por eles para uma vida melhor — marcapassos, aparelhos auditivos, dentre outros.

Dar gorjetas

Dar gorjetas é uma das coisas que você não deve fazer no Japão. O povo japonês é muito criterioso e sério em relação ao trabalho e ao valor cobrado do produto. O valor pago pelos visitantes é o valor justo e não há necessidade de dar gorjetas. Não faça isso para não parecer deselegante.

Há diversas outras coisas que você não deve fazer no Japão como: cumprimentar as pessoas com beijos e abraços, não usar máscaras quando está resfriado, não respeitar as regras dos onsens, entre outros. O importante é aprender e respeitar as regras locais. Evitando essas gafes, você poderá se divertir e conhecer as maravilhas dos conceitos milenares do Japão.

Gostou de aprender essas coisas que você não deve fazer no Japão? Conhece alguém que vai viajar para o país? Compartilhe o post e ajude-o a não ser mal educado por lá!